Basílica

02.10
Com programação especial, comunidade e romeiros encerram Festa de São Miguel Arcanjo
Com programação especial, comunidade e romeiros encerram Festa de São Miguel Arcanjo

A festividade em honra ao padroeiro da Basílica de São Miguel Arcanjo se encerrou neste domingo, 30, com programação especial. As atividades do dia se iniciaram, às 8h, com a Corrida e Caminhada de Rua. Em seguida, ocorreu a Santa Missa, às 9h, presidida pelo reitor da Basílica de São Miguel Arcanjo, padre Márcio Almeida.

Na homilia da Missa dedicada aos festeiros, o reitor ressaltou a importância da Palavra de Deus. “Este mês é para se ter consciência da importância da Palavra, o quanto ela é perfeita para nos alegrar o coração. Desafiador é amar a todos, inclusive nossos inimigos”, disse.

Durante sua reflexão, padre Márcio também recordou o pedido do Papa Francisco aos fiéis de todo o mundo: “As orientações do Papa Francisco são que devemos rezar a oração de São Miguel Arcanjo todos os dias, confiarmos a ele nossa vida para que nos defenda e renovarmos nossa fé em Deus”.

Ao final da Celebração Eucarística, padre Márcio chamou todos os festeiros de 2018 até o altar, agradecendo a dedicação e o empenho durante a festa. Aproveitou também para apresentar os festeiros de 2019 e destacar a importância da atuação destes para o bom andamento do festejo. Com a bênção final, o reitor encerrou a primeira Missa do dia.

Encerramento do festejo

Após os fervorosos dias da novena preparatória para o Dia de São Miguel Arcanjo, o último dia da Festa não foi diferente. Os devotos lotaram a igreja e se emocionaram ao participar da Missa de despedida, às 19h. A Missa foi presidida pelo padre Márcio e concelebrada pelo padre Fábio Muniz, do Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador, que visitou pela primeira vez a Basílica de São Miguel Arcanjo. 

Na homilia, padre Márcio refletiu, mais uma vez, sobre a Palavra de Deus. “A lei do Senhor é perfeita, alegria ao coração. A Palavra de Deus é tudo aquilo que Ele revela para o Seu povo. A Sagrada Escritura, que o povo que caminhava no deserto compreendia como uma lei, como um caminho de vida, ela é perfeita no sentido que ela nos conduz. Por isso, gera alegria em nossos corações. Nós devemos e precisamos conhecer, meditar, viver a Palavra de Deus”, exortou o sacerdote.

Na chegada do andor com a Imagem de São Miguel Arcanjo, os devotos receberam o santo padroeiro cantando com muito fervor. No término da Santa Missa, padre Márcio novamente expressou sua sincera gratidão a todos que contribuíram para a realização da festa.

“Essa festa foi muito especial: foi a primeira festa que vivenciamos como Basílica e isso nos alegra. Tivemos uma festa grandiosa, com muitos visitantes, caravanas, o povo presente. No dia 29 de setembro, muitos vieram a pé para celebrar São Miguel nesta linda festa”, declarou.

Crédito: Laura Reis e Daniele Castro/AMEX

Informativos